Artistas

Marcelo Bressanin

Conduz suas pesquisas artísticas em torno do universo sonoro e de suas tecnologias. Em sua trajetória recente se destacam as residências artísticas Toda la Teoría del Universo (Chile, 2018), Soy Loco por ti Juquery (SP, 2018) La Ira de Dios (B. Aires, 2018) e XI Festival Tsonami 2017 (Chile), a performance “Gestos de Escuta” (FACE Fest. de Artes Cênicas, Bauru, 2018) e as instalações “Parêntesis” (Chile, 2018), “Escutar o azul” (SP, 2018)  e “Tantas coisas que não escutamos” (Arg., 2018).

Isabel Bei

Nasceu em São Paulo em 1985, cidade em que trabalha. Bacharel em Artes Visuais (2010) pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Participou das exposições coletivas Bienal da Gravura de Santo André/SP e Bienal do Recôncavo/BA. Em 2012 realizou exposição individual no Museu de Arte de Goiânia. Possui obras em acervos públicos (Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu Lasar Segall/SP e Biblioteca de Arte de Brasília/DF). Atualmente investiga as relações entre corpo e espaço em que explora as linguagens do desenho, gravura, performance e vídeo.

 

Marilia Vasconcellos

Artista plástica e fotógrafa pela Faculdade Senac. Atua desde 2002. Une livremente fotografia às artes, mixando escultura, gravura, som e performance. Ganhou cinco prêmios pela Sec. de Cultura do Estado de SP e participou de exposições e residências artísticas pela América do Sul e Europa. Atualmente, itinera a exposição individual Botânica Retratos (MIS Santos, Museu Bernardino de Campos, Amparo, e segue para o Museu da Cidade Campinas, Museu Regional São João del Rei, Sesi CCYT Tiradentes, MIS BH, entre outros).

 

Edmar Almeida

É de Francisco Morato e tem 27 anos. Pós-graduado em Arte e linguagens, desde 2010, atua como artista dedicado à arte gráfica e performatividade e suas relações com outras linguagens, em instalações e obras cinéticas. Entre 2017 e 2018 participou de residências artísticas na Funarte SP e no Festival Soy Loco por ti Juquery. Atualmente apresenta sua primeira exposição individual, “Corpo em trânsito”, em Bento Gonçalves (RS).  Participou da 1 Bienal Latino Americana de Gravura. Premiado em 2012 pela Sec. Estadual da Educação por desenvolvimentos de projetos na arte educação

 

Cris Proença

Natural de Caieiras, 30 anos, formada Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes e efetuando a segunda graduação em Design Gráfico  Professora de Arte da rede pública do Estado de São Paulo e da Prefeitura Municipal de Francisco Morato. Atualmente se dedica em especial ao desenho e a pintura. Participou da residência artística Soy Loco por Ti Juquery, em 2018, com obras em exposições com o Festival e na sede da Secretaria de Saúde (SP).

 

Douglas Scotti

Douglas Scotti é formado em artes plásticas pela Universidade São Judas Tadeu e licenciado pela Faculdade Paulista de Artes. Um dos precursores do grafite em Franco da Rocha, integrou o coletivo “ NUCLEART” e a “Companhia Teatral de arte Interativa”. Atuou junto à Fundação Casa (Febem Arte, Instituto Mensageiros e Instituto Mamulengo). Participou da implantação das oficinas culturais no “C.E.U. Pêra Marmelo” e inaugurou o atelier “Fazendo Arte” (Franco da Rocha). Foi coordenador da Secretaria de Cultura de Franco da Rocha, nos projetos de iniciação artística e no circuito expositivo do ano de 2017.